top of page
  • Foto do escritorBaloc Locadora

05 Tipos de Armazém Mais Comuns

tipos de armazem

O armazém é uma parte essencial para a gestão logística de uma empresa, uma vez que é projetado para receber e organizar as mercadorias, facilitando todos os processos operacionais (movimentação constante de produtos).

É importante mencionar que o ato de armazenar é uma estratégia logística, por este motivo, deve ser desenvolvido para ser ágil, dinâmico e eficiente (fazendo a companhia se destacar frente à concorrência).

Contudo, é necessário conhecer os diversos tipos de armazém para escolher o modelo que melhor se adapte para a sua necessidade, como o tamanho e o sistema de operação (dependendo dos tipos de armazém utilizados, os custos podem aumentar bastante).

Podemos observar que escolher o tipo de armazém é um diferencial econômico para a empresa (fazendo que o seu funcionamento seja mais fluido). Em vista disso, separamos os principais modelos para que seja feita a escolha mais assertiva.

Armazém Público

O armazém público é bastante popular por ter custos mais baixos que as outras opções. Entre os tipos de armazenagem, a pública ou terceirizada oferece um grande diferencial: facilidade de mudança de local.

Para ter um melhor entendimento, imagine contratar um depósito terceirizado, deste modo, a empresa também consegue admitir funcionários mais especializados, pois as suas atividades se concentram na armazenagem.

O resultado disso é uma maior economia, visto que os custos de contratação são mais baixos. Além disso, obtém um aumento na eficiência e queda nas quantidades de avarias em produtos.

Os custos com o transporte também podem ser diminuídos com esse tipo de depósito. Em outros casos, os estabelecimentos trabalham com movimentação externa e consolidam cargas de diversos clientes que utilizam a armazenagem.

Normalmente, os armazéns públicos cobram taxas de armazenagem e manuseio das mercadorias. A taxa de manuseio está diretamente relacionada com o peso da carga.

Já a taxa de armazenagem é embasada na quantidade de produtos, ou seja, no peso e no volume recebidos durante o mês.

Armazém Contratado

Os armazéns contratados podem ser definidos como uma combinação do modelo próprio e público, pois eles compartilham os recursos entre diversos clientes, contudo, o contratante pode investir em ativos imobilizados.

Esse tipo de armazém estimula as empresas de um mesmo setor a compartilhar os custos, dentre alguns estão: armazenagem, movimentação e funcionários. Em função disso, essa categoria está em constante crescimento, estimulando que as outras atividades se adaptem a essa modalidade, como transporte, controle de estoque e processamento de pedidos.

Ao escolher a armazenagem contratada é necessário pagar um aluguel fixo pelo período de utilização. É importante mencionar que o aluguel dá pleno acesso a toda a área e uso dos equipamentos contratados.

Apesar de compartilharem as mesmas áreas de armazenamento que não estão sendo usados com outras empresas do mesmo setor, é muito raro o compartilhamento entre concorrentes diretos.

Armazém Próprio

O armazém próprio é o mais conhecido dentre os principais tipos de armazéns, por essa razão, muitas empresas tentam trabalhar com este modelo inicialmente.

Diferente do modelo compartilhado, o armazém próprio é propriedade de uma empresa (ou alugado). Destacando que o aluguel dá o acesso irrestrito ao espaço e deixa que o estabelecimento utilize todo o ambiente.

Antes de escolher este tipo de armazém, o proprietário deve considerar os custos da operação, visto que é necessário contratar colaboradores, alugar/comprar equipamentos, planejar e desenvolver o transporte.

Muitas empresas optam pelo armazenamento próprio por conseguirem mais controle sobre os seus processos logísticos. Esse sistema é bastante benéfico para os negócios com procedimentos internos mais complexos, onde é requerida velocidade nos processos.

Atualmente, existem diversas formas de alugar armazéns próprios personalizados, porém, o cliente deve analisar se este formato é vantajoso para o negócio (ao invés de adquirir o espaço e construir um armazém).

Armazém Temporário

O armazém temporário é personalizado para atender as necessidades do contratante. Ou seja, é utilizado por um período específico (para que sejam armazenados em um local seguro os equipamentos ou insumos).

Existem algumas opções na hora de trabalhar com este tipo de armazém. Primeiramente, é possível contratar armazenagem pública próxima ao local de trabalho.

Outro ponto relevante é o aluguel de estruturas de empresas especializadas, como galpões de lona ou tendas, e instalá-los na área utilizada.

O armazém temporário ajuda os estabelecimentos a tornar os seus processos mais rápidos e evita depender do horário de entrega do fornecedor. Por exemplo, as construtoras (em um projeto armazenam os materiais para construção, impedindo que a ação do tempo os deteriores).

Armazém Permanente

O armazém permanente é o modelo mais comum, pois a empresa deposita seus produtos de forma rotineira. Contudo, os custos podem ser significativamente aumentados quando não bem administrados.

Neste modelo podemos incluir todos os outros tipos de armazém (como o público, próprio e contratado).

Todo o empreendimento necessita de um tipo de armazenagem (mesmo que seja de pequeno porte), uma vez que auxilia nos processos logísticos, promovendo a eficiência, organização e a agilidade.

Como escolher o modelo de armazém?

Conhecer e compreender os tipos de armazém é importante para que os resultados da empresa sejam satisfatórios, ou seja, para que não tenham despesas adicionais ou desnecessárias.

Dado a essa informação, é importante considerar alguns fatores antes de escolher o modelo do armazém. O primeiro item a ser considerado é a área de atuação e o porte do negócio.

Além disso, a empresa também deve considerar o tamanho de operação e as funções que deseja alocar no armazém.

Por exemplo, o armazém próprio é indicado para estabelecimentos que utilizam armazenagem bastante específica.

Já as empresas que possuem características próprias são beneficiadas com os armazéns contratados, como as indústrias alimentícias que utilizam espaços com câmaras frias.

Empilhadeiras Baloc

A empilhadeira é um equipamento indispensável para as operações logísticas, facilitando todo o processo de transporte, armazenamento e movimentação de mercadorias.

A Baloc é uma empresa referência no mercado de locação/venda de empilhadeiras, disponibilizamos todos os tipos de equipamentos para atender as mais diversas necessidades e demandas logísticas.

Entre em contato e solicite um orçamento conosco!


aluguel de empílhadeiras

Comments


bottom of page