top of page
  • Foto do escritorBaloc Locadora

Como carregar empilhadeira elétrica?

Atualizado: 7 de jan. de 2021


como carregar empilhadeira eletrica

A empilhadeira é utilizada para o transporte e armazenamento de carga. A sua aplicação é bastante vantajosa, visto que otimiza o espaço e aumenta a produtividade em um projeto logístico.


Existem vários modelos de empilhadeiras disponíveis, cada um com suas particularidades e aplicações específicas. Na hora de escolher o equipamento mais adequado para o seu estabelecimento deve considerar: altura de elevação, capacidade de carga e o design.


Caso você esteja procurando empilhadeira para locação é provável que tenha se deparado com o modelo elétrico. Como o próprio nome já diz, este tipo de máquina é movido a eletricidade.


O motor de empilhadeira elétrica é alimentado por uma bateria (que precisa ser recarregada). Nesta matéria iremos explicar como abastecê-la.


Primeiramente, o usuário deve estar ciente que a empilhadeira elétrica necessita de um pequeno espaço para a estação de carregamento de baterias.


O processo para recarregar a empilhadeira elétrica é fácil. Atualmente, os carregadores possuem configurações eletrônicas para que a bateria atinja a melhor performance possível.


Entretanto, é importante ressaltar que a sobrecarga é prejudicial para a durabilidade/eficiência do equipamento. Um carregamento aquém do ideal provoca a sulfatação (formação de cristais ou a corrosão dos terminais) da bateria.


O primeiro passo a ser feito é verificar o nível de carga. A bateria precisa ser descarregada até o seu limite (20%), para em seguida, ser completamente carregada (100%).


Recarregar a bateria antes do nível especificado (20%) irá prejudicar o funcionamento e a longevidade da peça, deste modo, nunca deve carregar antes da hora e/ou deixar descarregá-la completamente.



Normalmente, para indicar a necessidade de recarga, o nível da bateria fica piscando. Quando o equipamento tem um painel, o alerta é dado por ele.


Outra medida importante é deixar que a bateria complete um ciclo, ou seja, quando é desconectada antes da carga ser totalmente recarregada irá danificar a longevidade da peça.


Além disso, não deve deixar que a bateria fique descarregada (ou sem uso) por um longo período, essa atitude aumenta a possibilidade de sulfatação (impactando diretamente na funcionalidade/duração da peça).


A quantidade de ciclo da bateria depende do fabricante, para encontrar esta informação, basta consultar o manual.


Dicas para manusear a bateria de empilhadeiras


  • Deve sempre manusear a bateria com cuidado (evitando impactos);

  • A bateria deve estar sempre limpa (longe de umidade e chuva);

  • Cuidado ao conectar/desconectar (nunca desligue o aparelho puxando pelo cabo);

  • Não coloque ferramentas ou outros objetos metálicos sobre as baterias (pois podem resultar em curtos, explosões e lesões pessoais);

  • Siga sempre o manual de instruções.


Cuidados essenciais bom a bateria de empilhadeiras elétricas


  • Verifique sempre se o carregador está desconectado antes de carregar a bateria;

  • Excesso de calor (a bateria não deve ultrapassar a temperatura superior a 38ºC, se for este o caso, deixe descansar por pelo menos 1 hora);

  • Sempre mantenha chamas e fagulhas longe das baterias;

  • Deve sempre verificar se o carregador e a bateria coincidem em tensão, capacidade e números de elementos;

  • Local (o ambiente deve ser fresco e ventilado);

  • Observe o nível da água (ela normalmente possui uma mistura de 65% de água e 35% de ácido em sua célula);

  • A verificação da água ionizada deve ser feita quando a bateria estiver carregando e atingir 80% de carga;

  • Não adicione água à bateria antes do carregamento (o abastecimento deve ser efetuado sempre após o carregador concluir a carga);

  • É muito importante deixar a bateria voltar para a temperatura ambiente, antes de iniciar o carregamento.


Nível de água das baterias de empilhadeiras elétricas


É importante relembrar que o equilíbrio da água destilada (65% de água e 35% de ácido) deve ser observado (não pode ter excesso ou falta dos elementos), pois a bateria pode parar de funcionar. Em hipótese nenhuma a peça deve trabalhar seca.


Esse desequilíbrio pode acontecer de várias maneiras. Quando a empilhadeira está funcionando, por exemplo, a água evapora, mas o ácido não. É um processo natural, que não deve causar preocupação, desde que a água seja reposta.


Por fim, esses cuidados devem ser seguidos à risca para garantir maior eficiência e durabilidade da bateria.


A Baloc é referência no mercado de locação de empilhadeira. Solicite um orçamento conosco!

bottom of page